Escolhas, oportunidades e imposições

Em uma oficina de tradução do espanhol da qual participo, o professor pediu que os alunos escolhessem um autor, e um conto do respectivo autor, para traduzir. Para ajudar na tarefa, passou uma lista de nomes, mas quem quisesse teria ainda a opção de escolher alguém de fora da lista (contanto que estivesse em domínio…

Caminhante

Caminante, son tus huellas el camino y nada más; Caminante, no hay camino, se hace camino al andar. Al andar se hace el camino, y al volver la vista atrás se ve la senda que nunca se ha de volver a pisar. Caminante no hay camino sino estelas en la mar. Antonio Machado, 1875-1939 Um…

Quebrando a quarta parede

  Estava jantando com uma amiga um dia desses e começamos a falar sobre invisibilidades das mais diversas, e eu, como bom viciado que sou na tradução, acabei fazendo uma pergunta: “Qual foi o último livro traduzido que você leu?”. Ela me respondeu que havia sido o de um professor francês que ela teve na…

Visibilidade e responsabilidade

Muito se fala sobre quanto a internet permite ao profissional expor seu trabalho e atrair olhares que podem ser muito favoráveis, principalmente em tempos difíceis como os atuais. Para que sejam realmente favoráveis, é preciso que esses olhares aprovem o que veem. Em outras palavras, o profissional que se mostra deve se mostrar em seu…

A busca pela palavra perfeita

Já ouvi várias vezes, principalmente dos meus amigos mais próximos, que sou chata (reclamona, cismada, teimosa, caroço, cabeçuda – pode escolher). Admito que não posso negar nada disso (hehe), mas, se alguém me perguntasse, eu me definiria como uma pessoa um tanto quanto obstinada. E isso pode ser, ao mesmo tempo, muito bom e muito…

ABRATES e AATI – O início de uma parceria

Quando recebi o convite da ABRATES, por meio do diretor William Cassemiro, para representar a associação nas III Jornadas de Traducción da Asociación Argentina de Traductores e Intérpretes (AATI), fiquei muito feliz pela confiança, mas ao mesmo tempo apreensivo. Era um evento de tradução editorial, dentro das Jornadas Profesionales que ocorrem todos os anos na…

Muitas vozes na cabeça

Gosto de dizer que sou um autor tradutor, necessariamente nessa ordem. Foi como autor que estreitei minha relação com a literatura, lá pelos dezoito anos de idade, quando decidi por um par de motivos sentar em frente a uma tela em branco e descobrir se eu teria disciplina para escrever um romance. Para surpresa da…