A criança em seu ritmo, mas dentro da realidade

Em maio, completei dez anos de tradução. Em novembro, meu filho completará dez anos de idade. Ou seja, na barriga, no colo ou na cadeira ao lado, ele sempre acompanhou meus trabalhos e sempre leu muitas coisas que traduzi, principalmente porque tive o prazer de traduzir muitos livros infantis, livros com os quais ele cresceu.…

Tradutor também faz laboratório

Quando recebi a primeira proposta para traduzir livros para o público jovem (infantojuvenis, young-adult literature – YA, ou crossover fiction), não sabia muito bem o que esperar. Na minha cabeça, as dificuldades não seriam grandes, o texto seria mais leve, mais “fácil”. Topei. Mas não foi bem assim. Comecei a ler o original e logo…

Ler é fundamental

O tradutor literário precisa ser uma espécie de escritor? Ouço essa pergunta com frequência. O tradutor, seja literário ou não, precisa escrever bem. Escrever bem e ser escritor são coisas diferentes. Muitos tradutores são escritores e vice-versa, mas não é regra. Acredito que, muito antes de pensar em ser escritor, o tradutor literário precisa ser…