Caminhante

Caminante, son tus huellas el camino y nada más; Caminante, no hay camino, se hace camino al andar. Al andar se hace el camino, y al volver la vista atrás se ve la senda que nunca se ha de volver a pisar. Caminante no hay camino sino estelas en la mar. Antonio Machado, 1875-1939 Um…

A busca pela palavra perfeita

Já ouvi várias vezes, principalmente dos meus amigos mais próximos, que sou chata (reclamona, cismada, teimosa, caroço, cabeçuda – pode escolher). Admito que não posso negar nada disso (hehe), mas, se alguém me perguntasse, eu me definiria como uma pessoa um tanto quanto obstinada. E isso pode ser, ao mesmo tempo, muito bom e muito…

Rimando a rotina

Dia 1o de janeiro, eba, tem o mês inteiro. Dia da confraternização mundial, está escrito na agenda, mas você segue a organização editorial, é bom que logo aprenda. Corre com a tradução de um livro superesperado, com aquele romance conturbado. Público pós-adolescente não tem terror, então nada de pudor. Ninguém quer texto mascarado, melhor deixar…

Séries e diálogos

Início de ano é aquele momento em que a gente dá uma desacelerada (mentira), em que podemos nos dar ao luxo de curtir algumas coisas que em tempos de correria fica impossível. Um dos meus guilty pleasures – expressãozinha essa difícil de traduzir – são as séries de televisão, não apenas as mais famosas e…

Ninguém liga!

Diálogos não mais tão insólitos: – Fulano está de mudança. – Que Fulano? – Fulano de Tal. – Ah, sim, está se mudando para o Facebook, né? Não sai mais de lá, passa o dia reclamando e postando lição de moral. Relutei em escrever este texto. Não queria falar sobre uma coisa que quero evitar…

Você está cuidando de sua saúde financeira?

Aproveitando que a Carolina mencionou o momento econômico complicado pelo qual o país está passando nesse post, fiquei pensando em como as coisas mudam e as noções se invertem. A maioria das pessoas sempre demonstrou certa resistência em ser autônomo pela falta de estabilidade associada a esta condição. Mas será mesmo? Sei que existem áreas…

Nem tudo o que reluz é ouro

Como já dissemos por aqui, o Ponte de Letras participou do VI Congresso Internacional da Abrates no início de junho. Pelo retorno que tivemos até agora, nossa palestra parece ter sido bem recebida, mas uma das partes mais gratificantes de participar desses eventos é o contato com tradutores que são também leitores aqui do blog.…

Mais um par de olhos

Todo mundo sabe que a tradução é uma atividade essencialmente solitária. Também já dissemos aqui várias vezes que, apesar disso, o tradutor não precisa – e nem deve – se isolar do mundo. Mas hoje eu não pretendo falar dos benefícios da socialização para a sanidade mental do tradutor, e sim para o resultado da…