A busca pela palavra perfeita

Já ouvi várias vezes, principalmente dos meus amigos mais próximos, que sou chata (reclamona, cismada, teimosa, caroço, cabeçuda – pode escolher). Admito que não posso negar nada disso (hehe), mas, se alguém me perguntasse, eu me definiria como uma pessoa um tanto quanto obstinada. E isso pode ser, ao mesmo tempo, muito bom e muito…