As utopias da TradWiki — quando 1+1 é muito mais que 2

No último 7 de setembro, assisti ao desfile que prenuncia a independência do projeto TradWiki. Ao consultar a página de mudanças recentes do site, me deparei com a parada triunfal dos acréscimos e mudanças feitos pelos colegas Reginaldo Francisco e Jorge Davidson, na seção dedicada às “Ferramentas de auxílio ao tradutor”. Não sei se os dois combinaram, mas, coincidência ou não, atacaram o assunto no mesmo dia e ampliaram os artigos incrivelmente, no que está se revelando um dos mais amplos panoramas sobre as nossas ferramentas de trabalho disponível em português. Não tenho dúvida de que o resultado do trabalho conjunto deles foi bem maior do que se tivessem escrito artigos ou postagens independentes, publicados em blogs pessoais, ou na forma de comentários dispersos no Facebook. Numa wiki, o todo é sempre muito maior do que a soma das partes.

A colaboração deles foi imbuída do espírito de utopia que rege a TradWiki. Diversas utopias nos regem.

A primeira, e mais óbvia, é o encontro construtivo dos pares: duas pessoas, ou muitas mais, que se encontram e reúnem seus conhecimentos sobre um assunto com o qual se sentem à vontade para escrever. Vocês conseguem imaginar quantas coisas maravilhosas podem brotar desse tipo de encontro e colaboração? Sobre os mais variados temas relacionados à nossa profissão, tão carente de boas fontes de informação?

Um projeto enciclopédico é utópico por definição — uma enciclopédia nunca fica “pronta”. Nesse aspecto, o formato wiki tem a vantagem de poder ser atualizado continuamente, em tempo real. Nossa utopia é que a TradWiki reúna o máximo de informações possível sobre tradução e interpretação numa única fonte e se torne referência para todos os campos de atuação de tradutores, intérpretes e pesquisadores. Pouca coisa, não? Mas já estamos construindo essa base de conhecimento, mesmo que aos pouquinhos, transformando um ponto final numa vírgula, colocando mais uma frase ao final de um parágrafo, mais um parágrafo ao texto já escrito. E já tem muita coisa importante por lá, é só procurar.

É comum dizer que traduzir é criar pontes, transpor barreiras, como diz até mesmo o nome deste blog de gente amiga. Promover o encontro — e o convívio — de ideias divergentes, vindas até mesmo de grupos e de pessoas divergentes, é mais uma utopia da TradWiki. No caso, uma utopia que cada um pode chamar para si, pensando nos benefícios coletivos e não nas simpatias ou antipatias de cada um, ou em sua particular projeção pessoal. Não se trata de forma alguma de anular as diferenças, mas sim de demonstrar a possibilidade da convivência na forma de um texto construído a muitas mãos, em que o debate de ideias e opiniões se faz presente de forma complementar. Sem esquecer que todos os artigos da TradWiki têm sua própria página de discussão, em que os colaboradores podem debater à vontade para estruturar o texto comum.

Mas se trocarmos a palavra utopia por objetivos, as coisas começam a se tornar mais factíveis, mais alcançáveis. Onde mais é possível que acadêmicos e profissionais distantes da universidade colaborem entre si? Que outro ambiente permite criar um vasto panorama das entidades de classes ligadas à tradução e à interpretação espalhadas pelo mundo? De que outra forma podemos publicar informações de várias fontes confiáveis sobre os processo de formação do profissional de tradução num mesmo lugar? Todos esses, e muitos mais, são objetivos concretos da TradWiki, que um dia, com a participação crescente da comunidade de tradutores, intérpretes e pesquisadores, serão realidade.

Vai lá, coloque um link permanente da TradWiki no seu blog, use esta nossa plataforma como complemento para suas postagens. Consulte, divulgue, venha mostrar por que a tradução tem o tamanho do mundo.

Daniel Estill, da TradWiki — A enciclopédia da tradução

Anúncios

Um comentário sobre “As utopias da TradWiki — quando 1+1 é muito mais que 2

  1. A TradWiki é um passo importantíssimo na nossa profissão. Depois de anos dividindo teorias, opiniões e experiências em congressos, fóruns, comunidades, grupos e mesas de restaurante, acho lindo ver uma fonte tão valiosa de informações – os próprios profissionais – ganhar um endereço fixo, além de um lugar na posteridade. Tenho muito orgulho de fazer parte da geração de quem faz isso acontecer com tanto empenho e tanta generosidade. E de chamar alguns deles de amigos.

Vamos conversar? Deixe seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s