Uma década depois…

Uma das coisas mais estranhas de “ganhar idade” é que você começa a dividir as épocas em períodos cada vez mais longos. Não apenas infância, adolescência, juventude, quando os anos se misturam e os intervalos entre acontecimentos relevantes são pequenos, já que os anos vividos não são tão numerosos ainda. Com o tempo, percebe que a bagagem vai aumentando, e os intervalos ficam maiores. De repente, você divide a vida de cinco em cinco, de dez em dez anos, e a coisa vai ficando séria.

E este ano, neste mês, comemoro dez anos de tradução.

Em maio de 2004, depois de trabalhar como revisora durante um ano, recebi um telefonema do Uri, da finada editora Landscape, comunicando que tinham um livro para eu traduzir. Ele não perguntou se eu queria, porque sabia a resposta. Eu já tinha deixado claro meu interesse enquanto revisava os textos. Lembro perfeitamente de quando peguei o livro, de todas as emoções que senti por estar realizando meu sonho profissional. Depois daquele dia de maio, nunca mais soube o que é ir para a cama à noite sem contar a produção do dia, sem ter uma história para traduzir no dia seguinte, nunca mais soube o que é não ser tradutora. Traduzo há aproximadamente 3650 dias, vivo a profissão que escolhi há todo esse tempo. Dez anos parece muito dentro dos meus 33, mas ainda é pouco para os 100 que pretendo viver. 🙂

Foi a década mais agitada da minha vida, certamente. De filha, passei a ser mãe, e só isso já engloba tantas mudanças e crescimento que descrevê-los deixaria este texto quilométrico. Não é a intenção.

O fato é que acertei, errei, corrigi, aprendi, sorri, chorei, dividi, somei e não me imagino fazendo outra coisa, só me imagino aprendendo muito mais. A tradução trouxe algumas das melhores coisas da minha vida. Além de amigos do peito, colegas incríveis, lições, cultura geral e conhecimentos específicos, ela me deu o que eu sempre quis: liberdade para viver uma vida com menos regras e horários, com mais satisfação e alegria. Graças a ela, estive perto do meu filho sempre que ele precisou, acompanhei os melhores momentos, dei todos os abraços e broncas na hora certa, por assim dizer. Graças à tradução, nunca, nem nos dias mais difíceis, eu me perguntei: “O que eu estou fazendo aqui?”, mas só afirmei: “Não sei onde estaria se não estivesse aqui”.

Dez anos de história com as letras. Que venham os próximos capítulos!

Anúncios

8 comentários sobre “Uma década depois…

  1. Parabéns, Carolina! Você é uma ótima tradutora e me inspiro muito na sua história para continuar seguindo e conquistando mais traduções! Adoro os posts do blog! Beijos.

    • Oi, Alline!
      Muito obrigada pelo seu comentário. Eu tive a satisfação de trabalhar com você, conheço sua seriedade e profissionalismo, e você acompanhou de perto alguns dos meus trabalhos mais legais nesses dez anos, sabe bem como funciona tudo isso. Você vai longe, com certeza! 🙂
      Obrigada por acompanhar o Ponte!
      Beijos

  2. Que depoimento lindo, Carolina. É tão bacana ver alguém que tem certeza absoluta de que fez a escolha certa. Realmente, 10 anos dentro de 22 parecem muito tempo… Nós temos a mesma idade e eu comecei a traduzir profissionalmente não há nem 2 anos, rs! Tendo colegas como você como exemplo, com vontade de compartilhar experiências e aprender sempre, eu chego lá. Beijão.

    • Pois é, Mila, este ano faço 23! hahaha Sei que você quis digitar 33 pensando nos 22. Te entendo. 😛
      Muito obrigada, eu sempre tive certeza absoluta, sim. 🙂 E você vai longe, muito longe, com sua receptividade com pessoas e informações, além da clara dedicação ao texto.
      Beijos!

Vamos conversar? Deixe seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s