Quando largar o osso?

Outro dia a Natasha Malara, iniciante na atividade tradutória, expôs suas dúvidas e aflições no grupo Tradutores/Intérpretes do Facebook. Com autorização dela, editei a pergunta para destacar o ponto a ser abordado e, quem sabe, poder colaborar na discussão de um assunto que atormenta muitos tradutores, entre os quais me incluo. Trata-se de uma questão…

O dicionário de micro-ondas

Há algumas décadas, tradutor trabalhava em máquina de escrever e precisava de mesa grande, porque tinha que ter espaço para dicionários, gramáticas, livros de pesquisa, material informativo, papel… e a xícara de café, porque isso não muda. Alguns (eu) precisavam de um cantinho para o cinzeiro. Hoje o cenário é outro. O original quase sempre…

A tradução como ela é – a estratégia

No seu livro Quase a mesma coisa (Record, trad. de Eliana Aguiar), Umberto Eco discorre em 425 páginas sobre duas experiências: a de traduzir e a de ser traduzido. E mostra diversas facetas do nosso ofício, da forma minuciosa e sempre descontraída do mestre italiano. É quase um manual de teorias de tradução, mas na forma…

A tradução como ela é – e o que ela não é

Tem muita gente que ainda pensa assim: o cara aprende uma língua, faz um curso até o nível “avançado”, fala perfeitamente, se comunica, vira até professor do idioma. Daí pega um texto, vai para a frente de um computador, abre o Word ou uma ferramenta de auxílio à tradução e começa a traduzir, pegando as…

II CAFÉ COM TRADUÇÃO – INSCRIÇÕES ABERTAS

Olá, minha gente, Estamos com um post extraordinário aqui no Ponte de Letras para anunciar que as inscrições para o II CAFÉ COM TRADUÇÃO estão abertas. Esta edição do CAFÉ COM TRADUÇÃO será toda voltada para quem está começando a carreira de tradução, dando os primeiros passos ou tem interesse na área e quer saber…